AFTERMATH - SyFy aposta em série sobre fim do mundo

Matéria com spoilers

Parece que o fim do mundo é um assunto "quente" entre as séries atualmente, e o Canal SyFy que já nos "presenteou" com Z-Nation resolveu abordar o assunto de outra forma: em AFTERMATH que estreiou no último dia 27. A série é estrelada por Anne Heche (DIG e Mens on Threes); James Tupper (Gray's Anathomy e Revenge); Levi Meaden; Taylor Higason; Júlia Sara Stone.

Não sei quanto a vocês, mas os produtos da SyFy sempre me deixam com "um pé atrás". Embora já tenha assistido a algumas boas séries do canal. No caso de Aftermath, para tentar ser imparcial, só decidi falar sobre a série após assistir ao segundo episódio.

O episódio piloto chama-se: RVL 6768, e o motivo de ter este nome é a única coisa bem "sacada" do capítulo e literalmente cai do céu. Quando a história começa os acontecimentos já estão em andamento, a primeira cena é numa Universidade onde os professores (aparentemente) estão fazendo uma frenética evacuação do local, mas antes tentam salvar alguns objetos. Os objetos escolhidos são no mínimo estranhos: estatuetas, artigos religiosos e livros de culturas e crenças antigas (que convenientemente serão usados para tentar explicar alguns acontecimentos sobrenaturais).

Durante a evacuação há um áudio de uma entrevista (no rádio) com pessoas debatendo os últimos acontecimentos do mundo: inundações , terremotos, tsunamis, furacões, e a estranha disseminação de uma doença. Passamos então a acompanhar Joshua Copeland e somos apresentados a sua família que serão os protagonistas da série. 

Temos sua esposa Karen piloto de helicópteros da força aérea (coisa moderna); temos Matt, atleta lesionado que resolve se inscrever numa organização de ajuda humanitária. E as gêmeas Brianna e Dana diferentes uma da outra como sempre ocorre. Uma cabeça oca que só pensa em si mesma e a outra centrada, inteligente e a voz da razão. Apresentados os elementos centrais a história começa.

A família reunida em sua casa no campo, após uma repentina tempestade que trouxe peixes de água salgada com ela, recebe a visita de dois policiais que estão a procura de três campistas que desapareceram. Aproveitam também para contar que uma família inteira enlouqueceu e se mataram de forma violenta, e vão embora.....

A partir daí coisas bizarras começam a acontecer, os três jovens aparecem e com eles alguma coisa à mais. Os jovens atacam a família que para se defender, acabam por matar dois deles. É quando descobrem que há mais acontecendo do que as alterações climáticas, pois uma estranha entidade ou criatura sai dos corpos dos jovens mortos. 

O que mais incomoda no episodio é a reação da família diante de tudo o que está acontecendo. Mesmo testemunhando uma criatura se desprendendo de dentro do corpo dos campistas e de presenciar outro sair voando ao raptar sua filha, eles continuam não acreditando que a situação seja grave! Com o mundo todo em turbilhão por causa do ataque da natureza, Joshua vai ler um livro "para se preparar para aula"!!! Enquanto isto Brianna esta decidida a sair para ver o namorado e não é por estar preocupada!! Já na estrada mesmo com a pessoa agindo de forma evidentemente anormal, os membros da família confiam nela apenas para correrem perigos desnecessários!!

Além disto os acontecimentos se "atropelam", aparentemente para que o espectador não pense no que está vendo. E a tentativa de explicar os acontecimentos com lendas e mitos religiosos antigos, soa meio patética.

Embora o segundo episódio: "In rats alley" seja melhor. Ainda se apresenta uma certa confusão no roteiro devido a sucessão muito rápida de acontecimentos (nem sempre coerentes). Até a inclusão de novos personagens (alguns eliminados logo a seguir) parece não ter sentido.

Por isto, Aftermath não é uma série que eu indicaria para meus amigos mais exigentes, porém sempre há aqueles que se interessam em acompanhar....

Joshua, Dana, Matt e Karen