[Análise - Curtas] "O despertar de Selma": Mais uma boa aposta brasileira no rico mercado de curtas!!!



Olá a todos os apreciadores da comunidade geek e nerd!!!

Hoje abrirei um novo tópico, que é analisar curtas que acho interessantes. Hoje começo falando com o curta do título da postagem, feito pela equipe da produtora nacional Hipnóticos Filmes, e roteirizada e dirigida por Andrea Fergo

Eis o curta:




Antes de mais nada, a sinopse do curta:

"
Selma está em coma a mais de 4 anos e a família contrata Valéria, uma estudante de medicina para ser sua cuidadora. O que Valeria não sabe é que Selma não pode ser acordado em hipótese alguma.
"
Agora, os dados da equipe, da produtora do curta:

Roteiro e Direção: Andrea Fergo
Produção: Rafael Zanesco, Andrea Fergo, Leticia Takara
Assistente de direção: Rodrigo Cardoso
Direção de arte: Renata Abreu 
Direção de fotografia: Vitor Albrecht 
Assistente de fotografia: Victor Moreira 
Finalização: Hugo Victor 
Trilha Sonora: Mauricio Domene

Elenco: 
  • Ana Júlia Ribeiro: Valeria
  • Vera Lúcia Ribeiro: Selma 
  • Otavio Nogueira: Entidade 

Sobre a produtora, um breve histórico:



A Hipnóticos foi fundada pouco mais de um ano com o intuito de abordar o cinema de gênero no Brasil, com ênfase nos gêneros menos explorados que são suspense, terror, drama, ficção e fantasia.

Possui 5 filmes já produzidos, incluindo o atual: 



  • "Namoro Virtual" com roteiro e direção de Rafael Zanesco;
  • "Dissossiativa" com roteiro de Felipe Rico e Rafael Zanesco e direção do Rafael, este foi exibido no festival de Brasília e teve duas indicações de melhor filme; 
  • "O último andar" roteiro e direção de Andrea Fergo, exibido no festival de Brasília; 
  • "Maldita Lembranca" com roteiro e direção em conjunto de Andrea Fergo e Rafael Zanesco ;
  • "O despertar de Selma" roteiro e direção de Andrea Fergo.
Bem, agora com as devidas apresentações, farei meus comentários:

Antes de mais nada, este comentário não é feito pelos assim chamados "especialistas", é tão somente uma análise de quem gosta de coisas interessantes e que merecem um pequeno empurrão para que o primeiro passo para um mundo muito maior possa ser dado - desculpe, Obi-Wan Kenobi, usei sua fala, mas por boa causa, rsrsrs.

Bem, e vou dar meu parecer...

De uma maneira geral, gostei muito do curta, e achei muito legal usar as redes sociais, no caso o famosíssimo Whatsapp como um personagem do filme - uma ideia de modernidade a um glichê que foi muito usado durante anos na TV ou em filmes. Aí que está o charme da coisa, e por isso esta produção é diferente...

A ideia de se aproveitar algo já visto é que torna interessante este curta. Quem já não viu esta mesma história, com variações ao longo dos anos? Eu, por exemplo, lembro de um episódio dos anos 80 ou 90 de uma série americana onde uma criança tomava conta de sua avó bruxa? Tá é das antigas, mas este é um exemplo, mas não quer dizer que se repita o glichê. O truque é torná-lo interessante e atrair a atenção.

E neste caso, para mim, conseguiu de maneira particularmente tensa. É uma abordagem que, para nós, é muito comum pessoas tomarem conta de idosos, e por isso mesmo achei bem legal essa conotação. E associar isso a evento sobrenatural, nossa, ai a coisa pega...

Se lhe disser, caro público, que tomei uns sustos, tomei sim.

E sobre a trilha sonora? A equipe está de parabéns, muito boa. A trilha dá um certo ar de tensão, e cai muito bem.

A interpretação da Ana Júlia como Valéria foi bem legal, e bem convincente mesmo, e a Vera Lúcia como Selma, lembrava pra mim a Selma Egrei como a atual personagem dela, a "Encarnação", claro, num grau bem menor, mas muito bem caracterizada. Bravo para as duas. No caso da "Entidade", interpretado por Otávio Nogueira, não deu pra ver muito, mas considerarei muito boa.

Se minha avaliação tiver algum valor, darei um índice 8.2 para o curta. Como disse, não sou especialista, mas opinião de quem curte.

E um elogio que faço à equipe como um todo, e em particular a Andrea Fergo, por gentilmente ter me mandado informações sobre todos. Muito obrigado.

Pra quem quiser conhecer mais da produtora, link da Hipnóticos no Facebook aqui!!!

E resumindo a quem ler este post... Assistam não só este curta, mas todos os curtas que o nosso país produz, pois eles são a chave da revolução nos cinemas como um todo.

E um conselho: Nunca fiquem tomando conta de alguém sozinho.... 

Até uma nova análise!!!