John Ostrander sai em defesa de sua criação: o ESQUADRÃO SUICIDA


John Ostrander, o criador do Esquadrão Suicida dos quadrinhos, revela que adorou adaptação cinematográfica idealizada por David Ayer, e tem as palavras certas sobre os críticos ao filme:  

“Se um filme de super-herói não é O Cavaleiro das Trevas, eles vão reclamar”, disse Ostrander se referindo ao longa de Christopher Nolan. “Eu acho que pelo menos em algum nível, é isso que está acontecendo aqui. Se eu entrei na minha sessão preparado para amar o filme, eles entraram preparados para odiar”.

O quadrinista Ostrander  finaliza o papo com uma crítica construtiva sobre o filme:

 “Não acho que os vilões foram bem definidos, e um bom protagonista precisa de um bom antagonista para defini-lo. A história do filme acabou saindo um pouco mais genérica, no estilo ‘vamos salvar o mundo’, do que as que eu costumava escrever para o Esquadrão Suicida. Eu sempre gostei de ter um discurso político nas minhas histórias, e isso é algo que não vejo aqui”,