30 anos atrás, Akira previu a realização das Olimpíadas de Tóquio em 2020

Um marco na história do mangá e do anime, Akira foi escrito em 1982 e teve sua versão animada lançada em 1988. Em ambas, a trama se passa no ano de 2019, onde o Japão se prepara para as Olimpíadas de 2020. Uma realidade alternativa, um futuro apocalíptico ao estilo cyberpunk, onde as cidades foram reconstruídas após uma terrível explosão que provocou uma guerra nuclear que destruiu as grandes cidades do planeta. Nessa realidade, a megalópole de Neo-Tóquio é construída sobre as ruínas da antiga Tóquio, um local opressivo e desumano alimentado por problemas sociais como o desemprego, terrorismo, drogas e violência. Aproveitando esta situação de caos que leva os cidadãos a insatisfação, seitas religiosas e grupos extremistas ligados ao culto de Akira prometem que ele irá retornar e o Japão vai renascer para uma nova era.
Além dos vindouros Jogos Olímpicos serem mencionados no trailer do anime, o estádio olímpico é um cenário crucial para a obra, pois alguns dos eventos mais importantes de toda a trama acontecem nele.
Akira ( アキラ ) é um mangá criado por  Katsuhiro Otomo . Ele começou a ser publicada em 20 de Dezembro de 1982, na revista japonesa Young Magazine. Sua conclusão teve lugar quase oito anos depois, em 25 de Junho de 1990.  O mangá foi publicado no Brasil pela Editora Globo.