Stranger Things - Chegou bombando e já pode ter 2ª temporada!

Em entrevista à Variety, os irmãos Duffer confirmaram que já estão trabalhando na 2ª temporada de Stranger Things. A Netflix, embora não tenha confirmado oficialmente a renovação, também não a nega.

Gêmeos, Matt e Ross Duffer – agora os novos queridinhos do suspense televisivo – revelaram já ter cerca de 30 páginas de roteiro prontas:


“A gente deixa umas coisas no ar ao final [da 1ª temporada]. Temos um documento de cerca de 30 páginas que explicam várias coisas, como o que é exatamente o “Mundo Invertido”, de onde esse monstro e o porquê de não haver mais monstros. A gente não precisava tratar de todas essas coisas na 1ª temporada para não tirar tempo da história do Will.”
Você já deve ter encontrado alguma imagem por aí, ou pelo menos visto na timeline do seu Facebook algum amigo comentando sobre a mais nova estreia da Netflix! "Stranger Things" é uma série de ficção científica que está conquistando até a galera que não curte tanto a vibe retrô, ou pelo menos histórias um "Q" de eventos sobrenaturais. Mas afinal, o que a série tem para ganhar tantos fãs, hein?

 A Netflix tornou-se conhecida pela originalidade e ousadia em suas produções. 

Ambientada na década de 80, Stranger Things se sobressai ao apostar em um elenco de crianças como protagonistas. Mike, Dustin, Lucas e Will carregam a série com o carisma, a sinceridade, as promessas de amizade e o olhar inocente inerentes a qualquer criança.
 Enquanto voltava para casa após jogar 10 horas de RPG Dungeons & Dragons com os amigos, Will desaparece misteriosamente e se torna o principal assunto da cidadezinha de Hawkings, Indiana. Sua mãe Joyce Byers (Winona Ryder), o chefe da polícia local Jim Hopper (David Harbour) e seus três melhores amigos se envolvem em acontecimentos misteriosos e não medem esforços para encontrá-lo.

As referências à cultura pop da época se fazem presentes no desenrolar dos 8 episódios, provocando nostalgia e identificação do público. A preocupação com mínimos detalhes para compor o cenário, os figurinos e a interação dos personagens desperta uma vontade de viver na época em que as brincadeiras aconteciam fora do mundo virtual e as crianças passeavam de bicicletas.
Eleven/Onze (Millie Brown) também se destaca por ser uma personagem (criança) com poderes de telecinese, que apesar das poucas falas, consegue tocar o público com sua dor, cansaço e medo através de suas expressões e de seu silêncio.

Stranger Things é de uma sensibilidade e densidade na construção dos personagens. Grande aposta que provoca total imersão nos clássicos dos anos 80. Uma série para ser assistida de um fôlego só.