CCXP - Aquecendo os motores


A CCXP Comic Con Experience já se firmou como o maior evento relacionado à cultura pop da América Latina e a terceira maior das Américas, atrás apenas da New York Comic Con e da San Diego Comic Con.



Uma “comic con” é, portanto, um nome que descreve e identifica um tipo específico de evento, que tem fortes raízes nos quadrinhos e que, nas últimas décadas, passou a abranger outras áreas da cultura pop como tv, cinema, games, RPG e colecionáveis, entre várias outras. Ou seja, a Comic Con Experience é a versão brasileira desse tipo de evento voltado a fãs de cultura pop em geral que acontece em todo o mundo há décadas e que nós, fãs brasileiros, sempre acompanhamos avidamente, ainda que infelizmente à distância.

Pode-se dizer que tudo começou em 1968, quando um grupo de fãs e profissionais de quadrinhos se reuniram em um hotel no que chamaram de “Comicon”, quando inclusive organizaram um “fancy dress contest” (concurso de vestimentas). Nascia ali uma tradição que se espalhou pelo mundo e que evoluiu com o passar do tempo, vindo a incorporar outras área além dos quadrinhos. Isso aconteceu em Birmingham, na Inglaterra. Foi apenas dois anos depois, em 1970, que o formato chegou a San Diego, quando aconteceu a primeira “Golden State Comic-Con”, que reuniu 300 pessoas.
Ao longo dos anos, o evento cresceu exponencialmente e a demanda por esse tipo de encontro de fãs levou à criação de dezenas de eventos chamados “comic cons”. Atualmente, há aproximadamente 40 “comic cons” ao redor do mundo, especialmente na América do Norte mas também na Índia, Filipinas e até na Romênia, e NENHUM DELES é afiliado à San Diego Comic Con, evento administrado por uma organização sem fins lucrativos que realiza também dos eventos WonderCon e APE – Alternate Press Expo, porém nenhum deles com o nome “comic con”.


Para maiores informações fique ligado em nossas postagens e acesse o site oficial (http://www.ccxp.com.br/)